Fotógrafo que perdeu olho em protesto, lança exposição “Piratas Urbanos”

sergio_silva

As manifestações que dominaram o país no ano passado, reivindicando a revogação do aumento do preço da passagem do transporte público, completaram um ano na última semana. Em 2014, elas são um pouco mais tímidas, e dão espaço para os debates sobre os gastos excessivos com o Mundial de Futebol feito aqui no Brasil.

Ainda na semana passada, para comemorar a revogação, o Movimento Passe Livre organizou pela internet, um encontro que interditou a Marginal Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Mas novamente, black blocs partiram para o vandalismo e quebraram os vidros e veículos de uma concessionária, no bairro de Cidade Universitária. Infiltração de bandidos novamente estragaram a festa dos que protestaram por uma boa causa.

Sem títuloE foi numa dessas confusões que aconteceram no ano passado, que o fotógrafo Sérgio Silva (foto à esquerda), de 32 anos, foi atingido no olho esquerdo por uma bala de borracha. Na época, ainda se discutia a legitimidade das manifestações, e a Polícia Militar e o Governo do Estado de São Paulo eram criticados pela falta de preparo em lidar com protestos com alto número de adeptos.

Em entrevista à jornalista Giuliana Vallone, da seção Folha Ilustrada, da Folha de São Paulo, Sérgio contou sobre a sua exposição, que traz desconhecidos e políticos usando um tapa-olho em referência à lesão. Sérgio Silva ficou cego.

Com suas palavras, ele afirmou que a inauguração da exposição no mesmo dia em que completou um ano em que foi ferido – no último dia 13 de junho – não representa apenas uma tragédia.

sergio_silva4

Sem título

Sem título

Sem título

Em outra ocasião e também atendendo a entrevista de Giuliana Vallone, Sérgio defendeu o abandono das balas de borracha por parte da polícia, em manifestações legítimas. A entrevista em janeiro deste ano ressaltou que Silva entregou para o secretário Fernando Grella Vieira, uma cópia de mais de 45 mil assinaturas reunidas em uma petição online, para simbolizar o seu apelo.

Em “Piratas Urbanos” – exposição do fotógrafo que está acontecendo na sede da ONG Coletivo Digital e ficará aberta ao público até o dia 28 de julho – Sérgio trouxe algumas personalidades, como o político Eduardo Suplicy (PT-SP), o fotógrafo Sebastião Salgado, e o músico André Abujamra.


ONG Coletivo Digital (Exposição “Piratas Urbanos“)
Programação: de 13/06 à 28/07/2014;
De segunda à sexta, das 10h às 19h; sábado das 10h às 17h;
Endereço: Rua Cônego Eugênio Leite, 1117, Pinheiros – São Paulo/SP;
Contato: 0(xx)11 3083-5134;
Entrada: gratuita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s