“Eu Me Chamo KééHTLyN” traz frases engraçadas em guardanapos de papel

Sem título

Em outubro de 2012, o publicitário Pedro Gabriel (acima), de 29 anos, criou a fanpage “Eu Me Chamo Antônio, trazendo fotos de pequenos rabiscos feitos de caneta em guardanapos de papel. A ideia deu tão certo que a página alcançou quase 700 mil curtidas, outros perfis em redes sociais e até virou um livro!

O rapaz nasceu no Chade, um país africano que fica entre a Líbia e o Sudão e veio pra cá quando tinha 12 anos. Filho de mãe brasileira e pai suíço, Pedro apenas estudou em colégios estrangeiros e demorou a aprender a nossa língua.

E como sempre aparecem algumas paródias engraçadas sobre algo que deu certo na internet, dessa vez não foi diferente. Em pleno dia da mentira, a fanpageEu Me Chamo KééHTLyN” surgiu na internet com o mesmo propósito, mas com frases engraçadas. Em pouco mais de três dias, a página conquistou quase vinte mil seguidores, e que ainda crescem absurdamente.

Sem título Sem título
Sem título Sem título

Frases como “Se a sua estrela não brilha, não tatue-a no ombro”, “Se a sua pomba não gira, não tente parar a minha” e “Recalque de piranha não atinge sereia”, são alguns dos exemplos encontrados, sempre assinados como o nome da fanpage, assim como faz o original “Eu Me Chamo Antônio“.

Eu Me Chamo KééHTLyN” traz algumas características da escrita e de estilos de vida adotados pelas adolescentes que pertencem à classes sociais não favorecidas.

Anúncios

Um comentário sobre ““Eu Me Chamo KééHTLyN” traz frases engraçadas em guardanapos de papel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s