Ilustrador Dnepwu diz que copiar desenho de outros artistas é fundamental para quem está começando

Por Raphael Ezonne

As imagens que aparecem nesta postagem podem ser reproduções de outros sites e Cherryouth não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça em Cherryouth, favor entre em contato e ela será prontamente removida sob critério de avaliação.

294189_231918640196823_1142678404_nO talento de hoje é meio brasileiro, meio índio e meio chinês. Mas calma que ele fala português e muito bem, porque ele é nascido aqui e é só uma mistura de tudo isso que acabei de dizer. O talentoso Daniel Wu (foto à esqueda), mais conhecido como Dnepwu é o ilustrador de hoje aqui do Cherryouth. Os seus desenhos são uma das coisas mais fofas que você já viu, e ele resolveu conversar com a gente para mostrar um pouco do seu trabalho e as criaturinhas coloridas que ele adora mostrar pra galera!

Antes mesmo de aprender a falar, Daniel já desenhava, deixando sua mãe de cabelo em pé. Ele acredita que desenhar não é apenas um dom, mas uma tendência, um interesse a mais: “Meus amigos ajudam a divulgar as coisas, me arrumam trabalho, compram os meus produtos e tudo mais. Minha mãe sempre me incentivou a fazer o que eu quisesse, contanto que fosse ótimo: ‘Você pode ser um gari, mas se for o melhor gari do seu bairro, vou ficar orgulhosa’. É uma semi-pressão, mas funciona”, conta Wu.

Acesse a página de Daniel Wu no Facebook, clicando aqui!

546894_415437461844939_869800013_nHoje, quase completando os 29 anos, Dnepwu enxerga que já chegou longe e que se aprimorou muito desde que começou a rabiscar quando criança. Ele busca diversas inspirações para desenhar: “Comecei a definir traço observando muito o trabalho do Fernando Gonsales (o do Niquel Nausea). Adoro a forma simplista como ele resolve as coisas: perspectivas, proporções, detalhes. Mas não é o único. Meu traço é mt pop, mt cartoon americano. Curto muito de Stephen Silver, Jamie Hewlett, Mary Blair chegando a Botticelli, Klimt e até flyer caído na rua. Tudo é influência”, diz o rapaz.

Mas a melhor dica para ser um bom ilustrador de sucesso, segundo Daniel, é copiar e estudar. Nem sempre ter a preocupação logo de cara que tem que ter um estilo próprio pode ajudar, pois isso pode aparecer com o tempo: “Isso é caminho pra frustração. Ilustração é como qualquer outra profissão: tem que estudar. Ler o que já foi escrito, ver o que já foi feito, estudar arte, movimentos, teoria, tudo. E copiar desenho alheio mesmo! A mão e a cabeça têm que serem treinadas e, quando você está criando algo original, elas se preocupam com a ideia. Elas têm que se acostumar com os movimentos, com as dimensões, com as soluções. Só não vale falar que é seu! Em algum tempo você pega a orelha de um, o olho de outro, os pés de outro e pronto – taí o seu traço”, finaliza.

Veja alguns trabalhos de Dnepwu:

personagens_game

Lebre_Tartaruga

74568_216988891805694_1470476490_n

560009_216988945139022_918414028_n

1391889_216988801805703_685890821_n

frida_3

 You can view this Cherryouth’s post in English. Click here!
 Usted puede ver este post de Cherryouth en español. Haga clic aquí!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s