Publicitários criam página que mostra como falam os paulistanos e cariocas

Por Raphael Ezonne

As imagens que aparecem nesta postagem podem ser reproduções de outros sites e Cherryouth não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça em Cherryouth, favor entre em contato e ela será prontamente removida sob critério de avaliação.

Que São Paulo e Rio de Janeiro têm uma leve rixa, isso todos nós sabemos. As duas maiores cidades do país brigam involuntariamente na conquista de turistas e na divulgação de suas próprias culturas. Isso leva a uma longa discussão do tipo: “Qual cidade é melhor: Rio ou Sampa?”.

Avaliando os dois lados da moeda, que os redatores publicitários Raul Palhares e Ricardo Diniz, criaram no Facebook a página “IpanemaTietê”. Raul trocou uma palavra com o Cherryouth e explicou que o grande intuito do projeto é exaltar as qualidades da duas cidades, promovendo entre os habitantes destas, uma discussão amigável.

Nascidos no Rio, Raul e Ricardo moram na capital paulista e perceberam de cara uma grande diferença linguística: “A ideia do ‘IpanemaTietê’ surgiu antes do Facebook começar a bombar no Brasil,  no Twitter. Gírias, expressões e até verbos. Praticamente dois dialetos. A cada dia que passava surgia uma nova palavra diferente de tudo que já tínhamos ouvido. Tivemos, então, a ideia de representar essas diferenças em forma de frases. Criando um dicionário carioquês-paulistês de 140 caracteres”. A ideia deu tão certo, que no perfil do Twitter, eles alcançaram os mil seguidores facilmente, partindo para a fanpage que hoje tem mais de 15 mil fãs e reproduz as postagens com artes relacionadas às duas cidades.

Acesse a página “IpanemaTietê”, clicando aqui.

“Rixa entre carioca e paulista existe desde que o mundo é novo mundo. E aqui é importante dizer: paulista. Volta e meia aparece alguém dizendo: “não é paulista, é paulistano”. A gente sabe a diferença. Mas quando carioca se queixa de paulistano ele diz: “é coisa de paulista”. Deve ser pela sonoridade. Paulista é mais sonoro que paulistano. Entretanto essa rixa é algo saudável. É meio como Brasil e Argentina. Amor e ódio. No fundo, no fundo a gente se ama. Somos todos brasileiros”.

Quando questionado sobre a escolha do nome da página, Palhares explica que os dois quiseram colocar no nome as duas “praias” características das duas cidades: “Ipanema é uma das principais praias do Rio, e o Tietê, metaforicamente, é a praia do paulista para o carioca. Gostamos da sonoridade e resolvemos adotar. Brincadeiras à parte, temos que dar o braço a torcer: o litoral paulista é demais. Tá pra nascer carioca que não  gosta de Maresias, Riviera, Ubatuba, Ilha Bela, dentre tantas outras”.

Finalizando a entrevista, Raul diz que a cidade do Rio é o berço dos dois, mas foi em São Paulo que eles conquistaram a vida, conseguindo casa e roupa lavada: “O Rio de Janeiro continua lindo. E São Paulo faz o país funcionar. E transborda cultura. Mas nem tudo são flores. As duas cidades têm problemas. Muitos problemas. Quem morou nas duas sabe bem: trânsito, poluição, violência e falta de infra-estrutura”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s