Tumblr ironiza texto homofóbico de jornalista e mostra que cabras também podem se casar

Por Raphael Ezonne

Não se fala em outra coisa esta semana que não seja o texto da revista Veja, publicada pela Editora Abril, sobre a comparação entre gays, espinafre e cabras. As linhas que foram escritas pelo jornalista J.R. Guzzo usam de termos usados há muito tempo atrás, quando chamavam a “homossexualidade” de “homossexualismo”, sendo que o sufixo “-ismo” se refere a doenças.

O artigo diz que os esforços necessários para fazer com que o “homossexualismo” se reduza não está surtando os efeitos esperados, e que a rejeição ao homossexualismo pela maioria do eleitorado continua sendo considerada um valor decisivo nas campanhas eleitorais, se referindo ao famoso kit gay vetado pelo governo.

Ainda no seu texto, ele expõe que é claramente contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, da mesma forma que não é possível que um homem se case com uma cabra. Não se dando por satisfeito, o jornalista ainda diz: “Qualquer artigo na imprensa que critique o homossexualismo é considerado “homofóbico”; insiste-se que sua publicação não deve ser protegida pela liberdade de expressão, pois “pregar o ódio é crime”. Mas se alguém diz que não gosta de gays, ou algo parecido, não está praticando crime algum – a lei. afinal, não obriga nenhum cidadão a gostar de homossexuais, ou de espinafre, ou de seja lá o que for. Na verdade, não obriga ninguém a gostar de ninguém; apenas exige que todos respeitem os direitos de todos”.

O artigo foi criticado nas redes sociais por gays e simpatizantes, que se manifestaram alegando que o jornalista estampou o preconceito ao fazer a comparação de orientação sexual com animais e verduras.

O deputado do Rio, Jean Wyllys, publicou um texto em seu site, mostrando seu ponto de vista sobre o assunto: “A coluna publicada na edição desta semana do libelo da editora Abril — e que trata sobre o relacionamento dele com uma cabra e sua rejeição ao espinafre, e usa esses exemplos de sua vida pessoal como desculpa para injuriar os homossexuais — é um monumento à ignorância, ao mau gosto e ao preconceito. […] O uso do sufixo “ismo”, por Guzzo, é, portanto, proposital: os homofóbicos o empregam para associar a homossexualidade à ideia de algo que pode passar de uns a outros – “contagioso” como uma doença – ou para reforçar o equívoco de que se trata de uma “opção” de vida ou de pensamento da qual se pode fazer proselitismo”.

Aproveitando novamente a situação e o pretexto de Guzzo dizendo que homens não devem se casar com outros homens, da mesma forma que o mesmo não pode se casar com cabras, que criaram o Tumblr “Cabras Para Casar”. De forma irônica, o site publica fotos de cabras vestidas de noivas, com direito a véu e buquê de flores. Na descrição da página, o autor diz: “Cabras flagradas no dia-a-dia, em atividades cotidianas, nas mais diversas situações, mostrando que são normais, que só querem amor e respeito, e provando ao senhor J. R. Guzzo que também podem se casar”. Acesse o Tumblr clicando aqui.

Morena, madura, olhos castanhos e afim de algo sério.(Sugestão da Marina Ribeiro Kaufmanner ♥)

Apenas deslumbrante

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s