Artistas fazem manifesto a favor da arte de rua

Artistas fazem manifesto contra veto do prefeito de São Paulo à expressão artística na Avenida Paulista

 

A manifestação artística é algo tão bonito de se ver. Aliás, todos saem ganhando: primeiro o artista que, de forma alguma exige que as pessoas que o assistem pague alguma coisa, apenas agradece um ato voluntário de reconhecimento ao seu trabalho. O expectador também ganha: não é sempre que vemos algo de tão boa qualidade nas ruas de uma das maiores cidades do planeta. Mas o uso da violência e da crueldade com pessoas que são responsáveis pela diversão de milhares de outras pessoas, cada vez mais se repete, em meio ao repúdio de outras que os aplaudia e vêem nesse exato momento uma cidade pobre de arte.

Essa mesma cidade que possui tantos outros moradores de rua, pessoas em condições miseráveis, que, se ao menos sabem fazer algo que lucre e seja a chave de sua sobrevivência, é banido de forma ridícula, como se fosse um crime contra uma autoridade que ao invés de tratar de problemas mais graves e de influência direta com toda a população, tenta (e faz) tirar pessoas que estão marcando presença unicamente para mudar um pouco desse cenário urbano que exala criminalidade nas mais vazias e recôncavas ruas.

Artista ironiza frase famosa do circo em repúdio ao veto do prefeito Gilberto Kassab.

Pode ser um pouco exagerado o meu pensamento, mas a cena do guitarrista sendo algemado no asfalto da grande avenida, me lembra muito o que era feito na época da ditadura. Sim, felizmente não presenciei essa época, onde muitas pessoas que eram contra aqueles regimes militares autoritários (e como), eram torturadas de forma cruel, enquanto muitos se refugiavam em outros países, escondidos como se fossem cães fugindo da carrocinha. Mas o caso da liberdade de expressão é novamente colocado em pauta, algo que remete e muito aos tempos passados, e que são banidos sem mais explicações, onde, novamente, trabalhadores e pessoas que são e estão com o povo são judiados. Pessoas que, como nós, pagam seus impostos, sim, estes os mais caros do mundo, e que vêem suas vidas sendo arrasadas, novamente, sem explicações.

A manifestação ocorreu próximo ao Masp, e reuniu centenas de artistas inconformados com a ação policial contra os artistas de rua.

Colocando em prática o que o ser humano sabe melhor fazer, que estes artistas se reuniram em um manifesto na Avenida Paulista, que ironicamente, foi assistido pela Polícia Militar. Os artistas, no mínimo, exigiram o reconhecimento devido à sua arte. Arte que é tão divulgada pela prefeitura em milhares de eventos culturais que são produzidos nos principais pontos da cidade.

Quando que os políticos vão entender a diferença entre  “lutar com o povo” e “lutar contra o povo”?

Por: Raphael Ezonne

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s