as faces da obscuridade

Dilma está à frente dos seus adversários nas pesquisas sobre intenção de voto, mas o Brasil não estaria cometendo o maior erro ao votar nela?

Houveram muitas mudanças no estilo Dilma de ser. Aquela ministra autoritária e mandona (que Lula disse em entrevista que maltratava outros ministros de seu governo) mudou, ou tentou mudar, radicalmente o seu estilo como arma para conseguir mais votos. Um cabelo mais curto, um penteado diferente, para estar simples, do jeito que o povo gosta.

Como foi postado anteriormente aqui mesmo no Cherryouth sobre a vida pública de Dilma Rousseff, há um pequeno trecho que ela não gosta de lembrar. Participou ativamente da “luta armada contra a ditadura”, foi acusada de roubo à bancos e cofres, supostamente pode ter sido responsável pela morte de algumas pessoas, e ainda usava de outros nomes como forma de não ser reconhecida através de seus atos criminais. O que se espera de uma pessoa com um histórico desses?

Já com os resultados prematuros de uma possível vitória de Dilma, companheiros da candidata e do PT, parecem que já estão comentando sobre cargos que poderiam estar ocupando no governo de Rousseff. Em entrevista ao Jornal da Globo aos jornalistas William Waack e Christiane Pelajo, Dilma se torna um pouco arrogante e com ar irônico, em relação às perguntas feitas e insiste em não responder sobre o futuro das cadeiras a serem ocupadas em seu Governo.

Mas, a parte mais irônica que podemos perceber nas propagandas que são veiculadas durante o horário normal das emissoras, é que nenhum dos candidatos do PT, ou pelo menos grande maioria deles, não fazem propaganda de si mesmo. Como o presidente Lula tem nível de aprovação de seu governo nas alturas, eles usam de sua imagem para associar a mesma credibilidade ao candidato, que por sua vez, pode não ter a mesma competência que ele pode ter tido em seus dois últimos mandatos. Dilma Rousseff não faz propaganda de si mesmo, e não apresenta suas propostas fora do horário reservado aos partidos políticos. Lula faz propaganda de Dilma; Dilma faz propaganda de Marta. E o candidato Netinho, que foi acusado de agredir sua ex-mulher em 2005, e até o repórter Vesgo da RedeTV! é o candidato do presidente Lula e de Dilma ao senado, sendo que muitos candidatos de oposição estão engajados para que a Lei Maria da Penha que pune pessoas que cometem este tipo de infração esteja funcionando corretamente. E como se não bastasse, Lula ainda faz propaganda de candidato ao senado do Amapá que foi preso na última semana: Wagner Góes do PDT, é acusado com mais 17 pessoas de de participar de uma organização criminosa que teria desviado recursos públicos do Amapá e da União. Na foto abaixo, Lula e Dilma aparecem ao lado de Waldez que foi preso e do atual governador do Amapá, Pedro Paulo, que também está envolvido.

 

O servidor da Receita de Formiga, em Minas Gerais, que acessou dez vezes em 2009 os dados pessoais do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge Caldas Pereira, é filiado ao PT desde agosto de 2001. Listado no procedimento administrativo da Corregedoria da Receita que investiga a violação do sigilo fiscal do vice-presidente e deoutras pessoas ligadas ao PSDB, Gilberto Amarante aparece nos registros oficiais do TSE como filiado ativo do PT de Arcos, também em Minas Gerais. Amarante é o segundo personagem do escândalo que pertence ao PT. O homem que usou uma procuração falsa para retirar na Receita os dados sigilosos de Verônica Serra, o contador Antonio Carlos Atella foi filiado de 2003 a até pelo menos final de 2009, próximo da época onde o PT já definia Dilma Rousseff como candidata à presidência da República. Nas agências de Mauá, em São Paulo, as servidoras Antônia Neves, Adeildda Ferreira e Ana Maria Caroto e em Santo André, Lúcia de Fátima, estão sendo investigadas.

No governo de Fernando Collor de Mello, a inflação acumulada passava de 400%. Enquanto isso, denúncias de compras superfaturadas na Liga Brasileira de Assistência (LBA), entidade presidida pela primeira dama Rosane Collor, estampavam os jornais. Em maio de 1992, em entrevista à revista Veja, Pedro Collor, irmão mais novo do presidente, acusa o tesoureiro da campanha, PC Farias, de usar a amizade com Collor para enriquecer. Ele entregou um dossiê e apontou operações ilegais que envolviam o irmão e o tesoureiro. Em junho, o congresso ataca A Câmara dos Deputados, instala uma CPI para apurar as denúncias de Pedro Collor. A Comissão apurou a existência de ligações das atividades ilegais do empresário com o governo federal. Organizações da sociedade civil e partidos da oposição lançaram o Manifesto Democrático contra a Impunidade. Nas ruas Milhares de estudantes usam preto e fazem passeatas em dez capitais. Eles são chamados de caras-pintadas e a sociedade passa a exigir o impeachment de Collor. Na câmara, a CPI conclui que o presidente sabia da corrupção e do esquema de lavagem de dinheiro de PC. A Câmara aprovou o impeachment por 441 votos a 38. Collor, condenado por crime de responsabilidade, é afastado e, em 2 de outubro, o vice Itamar Franco assume interinamente a Presidência. Mas, após esse episódio lamentável da política nacional, é parceiro de Dilma em sua candidatura.

Diga-me com quem tu andas, que eu direi quem tu és“. A maior prova de todas foi lançada. Não basta ser apenas um rostinho bonito ou ter uma aparência que agrade. Não adianta ser a aposta do presidente Lula, sendo que os dois não compartilham dos mesmos pensamentos e ideologias. Candidatos bons são poucos, mas acreditar na competência de uma pessoa através da dedução e da propaganda de um presidente que deixa o seu cargo para fazer comício, com certeza, não merece o respeito da população. E tampouco, o seu voto.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s