e enfim, os vampiros atacam…

De onde vem o fascínio adolescente por rapazes e garotas com dentes pontudos?

Vai me dizer que você garota (ou de repente um garoto mesmo), não gostariam de ser levados por um vampiro que pudesse acariciar seu pescoço e logo após isso, encostar os lábios e mordê-los levemente para sugar o seu sangue? Claro, isso para os que sempre foram fãs de grandes histórias envolvendo vampiros e vítimas ingênuas que mal desconfiavam que isso pudesse acontecer.

Desde outras gerações, há muito tempo mesmo, nossos avós (e sim, nossos tataravós) já acompanhavam histórias onde essas criaturas eram os personagens principais. Drácula não deixava a desejar. Um romance de 1847, filmado em 1973, escrito pelo autor irlandês Bram Stoker tem como protagonista o vampiro Conde Drácula. Sem dúvida trata-se do mais famoso conto de vampiros da literatura mundial, que abriu portas para que o modo que o vampiro é visto na sociedade, seja revisto por todos, como um rapaz bonito e que tem sentimentos, o que muitos discordam.

O sucesso por esse tipo de história foi trazido de volta por Stephenie Meyer, que criou a série de livros titulada saga “Crepúsculo”. Publicado originalmente em capa dura, em 2005, Bella Swan é apresentada ao leitor, como uma estudante que se muda de Phoenix – Arizona, para Forks – Washington, colocando sua vida e de sua família em risco ao se apaixonar pelo vampiro Edward Cullen.

O romance ganhou diversos prêmios, incluindo o “Top 10 Livros para Jovens Adultos” da American Library Association, entrar na lista de Best sellers do New York Times e Best selling de 2008, no USA Today.

Em Crepúsculo, os atores Robert Pattinson e Kristen Stewart fazem o papel de Edward e Bella

O filme visto no mundo todo aumentou ainda mais as chances de fazer sucesso com outras versões. Sequências que prometiam sucesso, até que lançaram “Lua Nova” e “Eclipse”. O sucesso estava garantido, os atores do filme eram bem recompensados pela fama e por todo o sucesso que veio juntamente com o talento que colocavam em prática em cada filmagem.

Analisando esse cenário, estúdios famosos resolveram aproveitar da oportunidade e criar séries que tinham tudo para dar certo. E lucrar, é claro.

“The Vampire Diaries” para quem não sabe, obedeceu aos mesmos caminhos dos filmes que foram citados: uma série de livros de terror e romance da autora estadunidense Lisa Jane Smith sobre a vida de uma garota chamada Elena Gilbert que se vê às voltas com dois irmãos vampiros.

A série estreou em setembro do ano passado, e teve audiência de quase cinco milhões de telespectadores

E aproveitando ainda esse sucesso “vampiresco”, a moda atual é o seriado “True Blood” que significa algo como “sangue verdadeiro” em português. Fala sobre a co-existência de vampiros e humanos em “Bon Temps”, uma pequena cidade fictícia localizada no Louisiana. A série é focada em Sookie Stackhouse, uma garçonete telepata que se apaixona pelo vampiro Bill Compton.

No ar em sua terceira temporada, a quarta já está confirmada devido à grande audiência

Aventuras, romances, suspense e ainda mais romances. É possível a cada série que estreia, que o gênero suspense e o modo que os atores contracenam estão cada vez semelhantes. Isso não se deve ao fato de estarem sem criatividade, mas porque aproveitam do que está fazendo sucesso no momento. Pessoas com características frias, uma maquiagem pálida e meio acinzentada: é  a principal fórmula para o sucesso, juntando gente bonita e muita sensualidade. Quem não gosta?

Por: Raphael Ezonne


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s